domingo, 30 de dezembro de 2012

Hemangiossarcoma em cães

Hemangiossarcomas são neoplasmas malignos de células endoteliais que ocorrem frequentemente em cães. A literatura sobre o assunto não é clara sobre alguns aspectos desse tumor em cães. Por exemplo: é comum a apresentação multicêntrica do neoplasma ou, geralmente, há surgimento em um órgão com metástases para outros órgãos ? Quais os principais órgãos afetados por hemangiossarcoma em cães. Esses e outros questionamentos sobre esses neoplasma motivaram uma equipe de pesquisadores brasileiros a desenvolverem um artigo sobre o assunto. Para ler o artigo, clique aqui: www.pvb.com.br/pdf_artigos/26-12-2012_13-15Vet1321_2929 PA.pdf

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Feliz Natal e Próspero 2013 !!!


A equipe do LPV deseja um Feliz Natal e um Próspero 2013 a todos os colegas que interagiram com nosso laboratório enviando casos para diagnóstico ou ligando/escrevendo para discutir seus casos ou, ainda, lendo e participando de nossos posts no Blog. Esperamos que esse Natal seja repleto de paz e confraternização entre as famílias e que 2013 seja um ano de  muitas realizações pessoais e profissionais para todos.
Bons diagnósticos para todos !
São os votos da Equipe LPV/Jataí.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Residência em Patologia Veterinária na UFG/Jataí e UnB


Estão abertas inscrições para Residência em Patologia Veterinária na UFG/ Campus Jataí e na UnB. Em Jataí, há uma vaga e, na UnB, são três vagas. Os programas possuem bolsa financiada pelo MEC no valor aproximado de R$ 2.300,00. Os interessados devem acessar os links abaixo para obter mais informações:

UFG: http://www.vestibular.ufg.br/2013/coremu/site/
UnB: www.unb.br/fav

domingo, 16 de dezembro de 2012

BSE no Brasil: mais informações


Essa semana fizemos um post sobre um diagnóstico de encefalopatia espongiforme bovina no Paraná que foi recentemente divulgado na mídia brasileira. Hoje uma reportagem detalhou mais informações sobre esse caso. Além do Japão, que já havia embargado a importação de carne bovina brasileira, a África do Sul e a China também bloquearam a compra de carne bovina do Brasil. Basta aguardar para ver se a OIE vai modificar o status de risco do Brasil para BSE. Confira a reportagem mais recente clicando aqui: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/t/edicoes/v/especialista-fala-sobre-confirmacao-de-caso-de-vaca-louca-no-brasil/2295888/

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Identificação de príon da BSE no Brasil

Em dezembro de 2010, exames laboratoriais identificaram o agente causador da Encefalopatia Espongiforme Bovina (BSE), o príon, em um bovino do Estado do Paraná. Segundo o MAPA, esse bovino não apresentou sinais clínicos da enfermidade e, diante do quadro, a OIE manteve o status brasileiro de risco insignificante de desenvolvimento da doença. Entretanto, o Japão suspendeu essa semana a compra de carne bovina brasileira e o temor é que outros países adotem a mesma medida. Uma reportagem recente aborda esse assunto. Clique aqui: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/vaca-louca-atinge-animal-brasileiro-e-faz-japao-embargar-compra-de-carne-bovina/2287503/

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Livro "Virologia Veterinária"


Foi lançada recentemente a 2ª edição revisada, atualizada e ampliada do livro "Virologia Veterinária".  O livro é escrito por numerosos especialistas da área de todo o país e é organizado pelo prof. Eduardo Furtado Flores da UFSM, de Santa Maria-RS. O livro possui 1012 páginas e custa apenas R$ 167,00 + despesas de correio (R$ 10,00 a 20,00 no Brasil). Mais informações e pedidos podem ser feitos pelos e-mails editora@ctlab.ufsm.br e livrovirologiaveterinaria@gmail.com.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Excesso de peso de porcas pode aumentar índice de natimortos

Índice de 4 a 5 % de natimortalidade em suínos é considerado normal. Entretanto, muitos fatores, principalmente de cunho nutricional ou infeccioso, podem aumentar acentuadamente esse percentual e prejudicar ou inviabilizar a produção comercial de suínos. Um desses fatores é o excesso de peso das matrizes que pode comprometer o desenvolvimento e a expulsão dos leitões no parto. Confira uma reportagem que fala sobre esse assunto, clicando aqui: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/t/edicoes/v/sobrepeso-na-criacao-de-porcas-pode-levar-a-morte-dos-filhotes/2271039/

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Curso de emergência sanitária em suídeos

Começou na última quarta-feira, 28 de novembro, e prossegue até quarta-feira, 5 de dezembro, o Curso de Emergência Sanitária em Enfermidades Hemorrágicas dos Suídeos. O curso abordará teoria e prática e é realizado em Ceres, na sede do Instituto Federal Goiano, onde estão reunidos dezenas de fiscais estaduais agropecuários que atuam na área de sanidade animal da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa). Entre os assuntos trabalhados pelo grupo estão a legislação sanitária conforme o Programa Nacional de Sanidade em Suídeos (PNSS), o atendimento à notificação de enfermidades e o exercício de simulado via internet para Peste Suína Clássica (PSC), que serão expostos pelo gerente de sanidade animal da Agrodefesa, Antônio do Amaral Leal. Palestras abordando peste suína clássica e diagnósticos diferenciais, síndrome reprodutiva e respiratório dos suínos (PRRS) e doença de Aujeszky serão proferidas. Haverá ainda prática demonstrativa de necropsia e coleta de amostras. Mais informações podem ser obtidas em http://www.agrodefesa.go.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=445:fiscais-participam-de-curso-de-emergencia-sanitaria-em-suideos&catid=3:newsflash

domingo, 18 de novembro de 2012

Fotossensibilização. O que é isso ? Como proceder ?


Fotossensibilização é um problema comumente encontrado no campo, especialmente em bovinos. Caracteriza-se por reação química (queimadura) exercida pelos raios solares à pele que apresenta substâncias fotodinâmicas. Essas substâncias químicas geralmente se acumulam na pele caso o fígado esteja impossibilitado de metabolizar a clorofila das plantas forrageiras em função de apresentar lesões hepáticas graves. Essas lesões usualmente são causadas pela ingestão de plantas tóxicas. No Brasil, a maioria dos surtos de fotossensibilização em bovinos e ovinos estão associados ao pastejo de Brachiaria spp. Confira uma reportagem sobre esse assunto clicando aqui: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/t/edicoes/v/veterinaria-da-embrapa-explica-como-tratar-ferida-em-boi/2246958/

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Leishmaniose tegumentar

Leishmaniose tegumentar é uma importante zoonose causada pelos protozoários Leishmania (V.) braziliensis, L. (V.) guyanensis, L. (V.) shawi e L.(V.) naiffi e transmitida por insetos chamados flebótomos. A doença ocorre em várias regiões do mundo e é encontrada na maior parte do território brasileiro, principalmente em locais próximos a matas e florestas invadidas pelo homem. Tanto em animais (principalmente cães) como em humanos, as lesões estão restritas a pele e caracterizam-se por úlceras exuberantes com bordos salientes. Recentemente, um surto da enfermidade foi diagnosticado no Agreste de Pernambuco. Confira a reportagem sobre o assunto, clicando aqui: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/autoridades-sanitarias-de-pe-investigam-casos-de-leishmaniose-em-aldeia-indigena/2238966/

terça-feira, 13 de novembro de 2012

16ª Rodada Goiana de Tecnologia em Manejo de Suínos


Nos dias 29 e 30 de novembro de 2012 será realizada, em Goiânia/GO, a 16ª Rodada Goiana de Tecnologia em Manejo de Suínos. O evento é realizado anualmente e é promovido pela Associação Goiana de Suinocultores (AGS). Diversas palestras de interesse da produção e sanidade de suínos no Estado de Goiás serão abordadas. Confira a programação completa, ficha de inscrição e demais informações, clicando aqui: http://www.ags.com.br/In%C3%ADcio/tabid/54/ctl/Details/mid/1396/ItemID/4379/Default.aspx

domingo, 11 de novembro de 2012

Neoplasias do coração em cães


Neoplasias cardíacas em cães podem se originar de tecidos do próprio órgão (primárias) ou alcançarem o coração por metástase. As primeiras são raras e as metástaticas ocorrem com frequência maior. Clinicamente, ambas são importantes pois podem comprometer a função do coração, levando a insuficiência cardíaca e conduzir a morte dos animais. Um estudo retrospectvo realizado no sul de Minas Gerais aborda a prevalência e as características clínicas e patológicas de 31 neoplasmas do coração e de estruturas associadas. Confira clicando aqui: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/01-11-2012_11-35Vet%201301_2788%20PA.pdf

sábado, 10 de novembro de 2012

Carcinoma de células escamosas vulvar em bovinos


Carcinoma de células escamosas cutâneo é um dos neoplasmas mais frequentemente diagnosticados em bovinos. Com certa frequência, afeta também ovinos, caprinos, equinos, felinos, entre outros. Nos bovinos, os principais locais afetados por esse tumor é a vulva e o olho e anexos, principalmente em regiões pouco pigmentadas ou despigmentadas de animais com muita exposição solar. Um estudo realizado no Sul do Brasil demonstra os aspectos epidemiológicos, clínicos e patológicos desse importante e comum neoplasma cutâneo. Para ler o artigo, clique aqui: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/01-11-2012_11-21Vet%201293_2894%20LD.pdf

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

2ª etapa de vacinação contra febre aftosa

Começou ontem e durará por todo o mês de novembro a 2ª etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa em bovinos e bubalinos na maior parte dos estados brasileiros. O estado de Santa Catarina não participará mais uma vez da campanha pois é considerado estado livre da enfermidade sem vacinação. Fazem parte dessa campanha os estados das Regiões Sudeste e Centro-Oeste, além do Rio Grande do Sul, Paraná, Tocantins, Pará, Amazonas e Acre. No Nordeste, a campanha foi prorrogada em função da forte seca que muitos Estados enfrentam e em função do baixo escore corporal dos animais em várias áreas. Confira mais informações nos vídeos abaixo:
http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/comeca-nesta-quinta-1o-mais-uma-etapa-da-campanha-de-vacinacao-contra-a-febre-aftosa/2219158/
http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/governo-do-ceara-decide-manter-prazo-da-campanha-de-vacinacao-contra-febre-aftosa/2221172/

terça-feira, 30 de outubro de 2012

LPV no VII ENDIVET


Foi realizado de 23 a 26 de outubro passado, em Porto Alegre/RS, o VII ENDIVET - Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário. O evento contou com palestrantes nacionais e internacionais que abordaram vários tópicos atuais de interesse relacionados ao diagnóstico de doenças de animais de produção. Uma equipe do LPV/UFG/CAJ esteve presente ao evento participando das atividades e apresentando três trabalhos científicos: "Doença vesicular associada ao vírus vaccínia em Goiás (2010-2011)", "Plantas tóxicas para ruminantes no município de Jataí, Goiás" e "Doenças neurológicas de bovinos do Sudoeste de Goiás (2010-2012)". Todos os trabalhos foram apresentados no formato poster e o primeiro foi apresentado também oralmente.

domingo, 21 de outubro de 2012

Complicações associadas à ingestão de sacolas plásticas em bovinos


Os bovinos possuem hábito alimentar rasteiro e pouco seletivo. Essas características fazem com que corpos estranhos possam ser eventualmente ingeridos por esses animais, principalmente em situações de escassez de pastagens e fome. Dentre esses corpos estranhos ingeridos pelos bovinos, as sacolas ou sacos plásticos são uns dos mais comuns. Essas sacolas podem causar obstruções em várias regiões do tubo digestivo, especialmente no rúmen, o que pode levar ao quadro de timpanismo recidivante, que é a principal sequela dessa ingestão indesejada. Confira uma reportagem sobre esse assunto clicando aqui: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/vacas-podem-ter-serias-complicacoes-com-a-ingestao-de-sacolas-plasticas/2199561/

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

2º Workshop Pecuária - COMIGO


Será realizado no dia 26 de outubro do corrente ano o 2º Workshop CTC Pecuária, em Rio Verde/GO. O evento é promovido pela Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano  - COMIGO. A programação inclui apresentações de resultados de pesquisas realizadas no CTC da COMIGO, além de duas palestras:
1) Aproveitamento do bezerro de origem leiteira na produção de carne, e
2) Manejo de pastagem e uso da régua de manejo para entrada e saída de animais.
Mais informações podem ser obtidas no endereço www.comigo.com.br

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Campanha de vacinação contra raiva em Goiás

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a raiva, em Goiás, ocorre simultaneamente ao período de imunização do rebanho contra a febre aftosa, entre os dias 1º e 30 de novembro. Somente os pecuaristas dos municípios que integram a área considerada de alto risco para a doença, conforme listado na I.N 01/2005, são obrigados a vacinar bovinos e bubalinos com até doze meses de idade, além de equinos, caprinos e ovinos. “A vacina antirrábica pode ser aplicada juntamente com a da aftosa, mas é fundamental que o produtor esteja atento à idade do gado que, nessa etapa, é diferente para a raiva, até 12 meses, e para a febre aftosa, até 24 meses”, esclarece Leonardo Aparecido Guimarães Tomaz, coordenador do Programa Estadual de Controle e Profilaxia da Raiva dos Herbívoros, da Agrodefesa. Em Goiás, 119 municípios integram a área considerada de alto risco para a raiva. A doença infecciosa acomete os animais e também o homem, daí a importância da prevenção por meio da vacinação dos animais. “Já concluímos, em parceria com o Mapa, um estudo sugerindo a alteração dos municípios em situação de alto risco, já que a raiva é dinâmica, e acreditamos que após esta campanha haverá um ajuste das localidades”, afirma Leonardo. A multa para quem não vacinar o rebanho é de R$ 7,00 por cabeça, e o valor dobra em caso de reincidência. O pecuarista deve ainda entregar a Declaração de Vacinação nas Unidades Operacionais Locais da Agrodefesa até cinco dias depois de feita a imunização dos animais. “A Agência trabalha para fazer o cadastro de inadimplentes da mesma forma que ocorre com a vacinação da febre aftosa, pois entendemos que quem deixa de vacinar contra uma doença também se omite em relação à outra”, diz, acrescentando que para o produtor a vacinação traz benefícios diretos. “Não é só por questões econômicas que se deve vacinar. Trata-se de preservar a saúde da própria família que pode estar em risco em caso de contaminação”, alerta. A vacina contra a raiva dos herbívoros é comercializada durante o ano todo em todos os municípios do Estado. Leonardo finaliza orientando o produtor que tiver o rebanho atacado por morcegos ou mesmo aqueles que quiserem proteger seus animais. “Compre a vacina e aplique nos animais em qualquer época, sem necessidade de autorização da Agrodefesa”, diz.
Com informações de www.agrodefesa.go.gov.br
Para mais informações sobre o Programa Estadual de Controle e Profilaxia da Raiva dos Herbívoros, clique aqui: http://www.agrodefesa.go.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=63&Itemid=11

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Veterinários da AGRODEFESA em congresso internacional de raiva


Uma equipe de médicos veterinários do Laboratório de Análise e Diagnóstico Veterinário (LABVET), da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (AGRODEFESA), apresentará trabalho na XXIII Reunião Internacional de Raiva nas Américas (XXIII International Conference on Rabies in America), um dos mais importantes eventos da área, em outubro do corrente ano, no Hotel Maksoud Plaza, em São Paulo/SP. O LABVET é parceiro do LPV-UFG no estudo e diagnóstico de doenças neurológicas de herbívoros em Goiás. Durante o evento, será apresentado o trabalho "Frequência de Quirópteros Positivos para Raiva Examinados no Estado de Goiás de 2007 a 2011", que foi elaborado pelos veterinários Caio Gibran Neves Rocha, Imara Natalli Chagas, Marília da Silva Aguiar, Marli Francisca Cândida Santos, Rafael Costa Vieira, Rosely Mendes de Resende e Yara Luíza da Costa. O Blog do LPV parabeniza os nobres colegas pela apresentação no congresso e pelo brilhante trabalho que realizam diariamente no LABVET.

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Diagnóstico de scrapie

Scrapie é uma encefalopatia espongiforme transmissível que causa lesões degenerativas em neurônios de ovinos e caprinos. A doença é causada pela ingestão de proteínas priônicas infectantes (PrPsc). O diagnóstico da doença é feito com a avaliação histológica e imuno-histoquímica (IHQ) do tronco encefálico, em especial, do bulbo na altura do óbex. Para o diagnóstico pré-clínico da enfermidade, pesquisadores tem detectado por IHQ a PrPsc em tecidos linfóides, como tonsila, mucosa retal e terceira pálpebra. Um estudo realizado no Sul do Brasil demonstra uma técnica para a confirmação do diagnóstico pré-clínico de scaprie. Confira clicando aqui: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/01-10-2012_09-54Vet%201268_2838%20LD.pdf

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Saliva de carrapato ajuda no tratamento do câncer


Um estudo pioneiro vem sendo realizado no Instituto Butantã em São Paulo/SP. Pesquisadores descobriram que proteínas extraídas da saliva de carrapatos foi eficiente no tratamento de melanomas cutâneos em camudongos. Dependendo dos experimentos em animais de laboratórios, futuros estudos serão realizados no tratamento do câncer em humanos. Confira mais informações dessa reportagem, clicando aqui: http://g1.globo.com/jornal-nacional/videos/t/edicoes/v/pesquisadores-concluem-que-carrapato-pode-ajudar-no-tratamento-de-tipos-de-cancer/2170695/

domingo, 30 de setembro de 2012

XVI Congresso da Abraves

Cuiabá/MT será a sede do XVI Congresso da Abraves em 2013. Confira um vídeo promocional do evento acima. Mais informações podem ser obtidas em www.abravesmt.com.br

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Sorologia para peste suína clássica em Goiás


A Agrodefesa está concluindo os preparativos para o novo inquérito soroepidemiológico para peste suína clássica em criatórios de suídeos de Goiás. O procedimento, realizado a cada dois anos, abrange criatórios rudimentares e é uma exigência do MAPA para que o Estado se mantenha na "Zona Livre da Peste Suína Clássica". A coordenadora do Programa Estadual de Sanidade dos Suídeos (PESS), Poliana de S. F. J. do Val, informa que participarão do trabalho 68 técnicos divididos em 34 equipes que atuarão em todo o Estado. De acordo com Poliana, o trabalho consistirá na coleta de amostras de sangue de suínos de 318 propriedades sorteadas em todo o Estado, que serão analisadas pelo LANAGRO do Mapa em Pedro Leopoldo-MG. "A expectativa é de que toda a colheita de sangue seja realizada em outubro e os demais procedimentos em novembro, quando esperamos concluir todo o inquérito soroepidemiológico", diz a coordenadora. A Agrodefesa também faz o monitoramento soroepidemiológico de seis em seis meses nas Granjas de Reprodutores Suídeos Certificados (GRSC), além de monitoramento em Granjas de Suínos (GS) e abatedouros de suínos, onde colhe amostras de sangue de reprodutores de descarte. 

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Urolitíase obstrutiva em ovinos


A urolitíase obstrutiva é considerada a doença de maior importância do sistema urinário de ruminantes, especialmente machos. A enfermidade causa sérios prejuízos econômicos em pequenos ruminantes, inclusive levando a morte dos animais afetados. Sua patogênese está associada a erros de manejo alimentar, principalmente alimentações ricas em concentrado. Um estudo retrospectivo com ênfase na epidemiologia, clínica, patologia e achados laboratoriais dessa doença foi realizada no Nordeste do Brasil. Leia aqui: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/17-09-2012_08-42Vet%201239_2606%20LD.pdf

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Eventos veterinários no fim de 2012

5º Simpósio Internacional de Reprodução Animal Aplicada
4 a 6/10/2012
Londrina/PR
Informações: www.geraembryo.com.br

XX Seminário Nacional de Ensino da Medicina Veterinária
8 a 10/10/2012
Brasília/DF
Informações: www.cfmv.org.br

IV International Symposium on Animal Biology of Reproduction
17 a 20/10/2012
São Paulo/SP
Informações: www.cbra.org.br/portal/eventos/isabr2012/isabr2012.htm

VII ENDIVET - Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário
23 a 26/10/2012
Porto Alegre/RS
Informações: www.endivet2012.com.br

X Congresso Brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária
1 a 4/11/2012
Florianópolis/SC
Informações: www.cbcav2012.com.br

I Congresso Brasileiro de Cardiologia Veterinária
2 a 4/11/2012
São Paulo/SP
Informações: www.congressosbcv.com.br

II Congresso Internacional da Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária
15 a 17/11/2012
Búzios/RJ
Informações: www.ciabev.com.br

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Monitoramento de bovinos importados em Goiás

Fiscais estaduais agropecuários da AGRODEFESA estão monitorando frequentemente os bovinos importados que integram o rebanho em oito municípios de Goiás. Atualmente há 36 bovinos de alto padrão genético em dez proprietários diferentes no Estado. Desse total, apenas dois vieram do Paraguai, onde o status sanitário para a Encefalopatia Espongiforme Bovina é semelhante ao do Brasil, ou seja, risco insignificante para a doença. O outros 34 bovinos foram importados dos Estados Unidos e do Canadá, onde já houve casos da doença.“Recentemente, dois bovinos apresentaram alterações no estado de saúde, então, temos a obrigação de acompanhar mais de perto esta situação. Uma vez que o período de incubação do prion é bastante longo, precisamos ter a segurança de um diagnóstico correto, medida que visa a prevenção do aparecimento da doença em território brasileiro, algo que nunca ocorreu antes”, justifica o veterinário Leonardo Aparecido Guimarães Tomaz, coordenador do Programa Estadual de Controle e Profilaxia da Raiva dos Herbívoros, da Agrodefesa. O veterinário alerta que nenhum dos bovinos importados pode transitar fora das propriedades rurais sem permissão da Agrodefesa, que é o órgão estadual do serviço veterinário oficial. Além disso, qualquer alteração no comportamento do animal precisa ser comunicada imediatamente à Agência e no caso de morte, independente da causa, o fiscal estadual agropecuário tem de recolher amostras do material encefálico para análise. A partir de agora, a Agrodefesa, em conjunto com a Superintendência Federal de Agricultura no Estado de Goiás, fará o recadastramento dos 36 bovinos importados para substituição dos brincos de rastreabilidade danificados (Sisbov) além da avaliação da saúde de cada animal. Segundo Leonardo Aparecido, os animais não podem entrar na cadeia de abate nem interna nem externa e, caso o produtor queira abatê-los, tem de requerer autorização diretamente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que indeniza o produtor pagando o preço da arroba e, na sequência, descarta o animal. Adicionalmente, serão realizadas ações de fiscalização quanto ao uso da cama de frango na alimentação dos ruminantes, que é proibida, e checando as denúncias que chegam ao órgão. “Aumentaram as notificações relacionadas ao uso de cama de frango pelo produtor principalmente na região do Entorno do Distrito Federal, o que demonstra a maior visibilidade do trabalho realizado pelos fiscais da Agrodefesa”, destaca.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Curso de neurologia de pequenos animais


No dia 23 de setembro do corrente ano, será realizado no Auditório do CRMV-GO, em Goiânia/GO, o curso "O diagnóstico neurológico na prática diária: exemplos práticos". Os tópicos abordados serão:
  • O exame neurológico em 5 passos
  • Neurolocalização baseado em casos clínicos
  • É uma crise convulsiva? O diagnóstico diferencial
  • Casos clínicos para diferenciar o sistema nervoso central e sistema nervoso periférico
  • Erros mais frequentes em neurologia clínica
 O palestrante será o Med. Vet. Daniel Sanchez-Masian, que trabalha em Barcelona, Espanha. Mais informações podem ser obtidas no site www.anclivepago.com.br ou pelo telefone (62) 3565-4608.
 Um breve currículo do palestrante pode ser econtrado aqui: http://www.aht.org.uk/cms-display/sa_neurology.html

domingo, 2 de setembro de 2012

Lesões do sistema urinário de cães


Lesões do sistema urinário são frequentemente observadas em cães durante a necropsia ou na avaliação histopatológica do rim ou dos segmentos (ureteres, bexiga e uretra) que compõem o trato urinário inferior. Várias delas são consideradas achados incidentais de necropsia, porém podem ser a causa da morte ou razão para eutanásia nessa espécie animal, muitas vezes associadas à insuficiência renal aguda ou crônica. Um estudo restrospectivo foi realizado no Rio Grande do Sul com 1.063 necropsias de cães com lesões únicas ou múltiplas no sistema urinário. Confira aqui: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/27-08-2012_11-07Vet%201225_2793%20PA.pdf

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Parasitismo por Oestrus ovis em ovinos


Doenças parasitárias são importantes causas de prejuízos na criação de ovinos e, em alguns casos, representam causa de morte nesses animais. O parasitismo por larvas de Oestrus ovis (bicho da cabeça, falso torneio) ocorre principalmente na cavidade nasal e seios nasais de ovinos. A doença é cosmopolita e os principais sinais clínicos são corrimento nasal, espirros e dispneia. Leia mais sobre o assunto nesse trabalho recentemente publicado que descreve surtos da doença em Mato Grosso: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/27-08-2012_10-52Vet%201221_2724%20LD.pdf

sábado, 25 de agosto de 2012

Intoxicação por abamectina em bezerros


As avermectinas constituem um grupo de drogas utilizadas amplamente no tratamento de endo e ectopatasitas. Nesse grupo,  encontram-se a ivermectina, a doramectina e a abamectina. Apesar das avermectinas serem consideradas drogas que possuem ampla margem de segurança, no Brasil, o uso equivocado desses medicamentos em bezerros com poucos meses têm resultado no aparecimento de casos de intoxicação iatrogênica, seguidos ou não de morte. Bezerros intoxicados podem manifestar hiperexcitabilidade, hipotonia muscular generalizada e depressão progressiva. Leia mais sobre o assunto nesse artigo: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/01-04-2007_22-45Vet326.pdf

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Queijo clandestino apreendido

Produtos de origem animal mal conservados e fabricados fora dos padrões técnicos de higiene conferem sério risco à saúde pública. A Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão fechou recentemente fábricas clandestina de queijo no Sudoeste do Estado. Confira aqui: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/operacao-da-agencia-de-defesa-agropecuaria-fecha-laticinios-clandestinos-no-maranhao/2102825/

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Mortalidade de peixes em São Paulo


Um surto com mortalidade de milhares de peixes criados em cativeiro no Noroeste de São Paulo foi observado recentemente. Amostras de água foram colhidas para pesquisa em laboratório. As principais suspeitas são intoxicação por algum produto químico colocado na água ou falta de oxigênio associado a desequilíbrio ecológico com morte de algas. Se você presenciar mortalidade de peixes em sua região, envie peixes e amostras para necropsia e histopatologia no LPV, em Jataí/GO. Clique aqui para ver a reportagem: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/investigacao-quer-saber-causa-da-morte-de-peixes-em-rio-de-sao-paulo/2093796/

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Mais moscas....


Recentemente, publicamos aqui no site do LPV um post sobre infestações por moscas em bovinos (http://lpvufgjatai.blogspot.com.br/2012/07/infestacoes-por-moscas-em-bovinos.html). Um outro surto da doença tem sido observado no Estado de Mato Grosso do Sul e, dessa vez, em associação com problemas relacionados com a deposição em pastagens de um subproduto da indústria de cana-de-açúcar, a vinhaça. Confira clicando aqui: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/proliferacao-da-mosca-do-estabulo-preocupa-pecuaristas-de-ms/2088070/

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Greve dos fiscais agropecuários da AGRODEFESA em Goiás

Os fiscais agropecuários estaduais da AGRODEFESA, em Goiás, entraram em greve recentemente reivindicando melhorias salariais e de trabalho para a categoria. Com a paralização dessas atividades cruciais para a economia e o agronegócio em todo o Estado de Goiás, vários produtos estão deixando de ser fiscalizados como carnes em frigoríficos com inspeção estadual, cargas animais e vegetais nas fronteiras com estados vizinhos. A comercialização de animais, principalmente bovinos, em leilões também está prejudicada. Veja mais sobre o assunto, clicando nas reportagens abaixo:


http://globotv.globo.com/tv-anhanguera-go/bom-dia-go/v/fiscais-da-agrodefesa-entram-em-greve-em-todo-o-estado/2068247/

http://globotv.globo.com/tv-anhanguera-go/bom-dia-go/v/populacao-ja-comeca-a-sentir-prejuizos-causados-pela-greve-da-agrodefesa-em-goias/2070148/

http://globotv.globo.com/tv-anhanguera-go/jatv-1a-edicao/v/funcionarios-da-agrodefesa-fazem-manifestacao-em-goiania/2070288/

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

XXIV Encontro dos Médicos Veterinários do Estado de Goiás


De 9 a 11 de setembro do corrente ano acontecerá o XXIV Encontro dos Médicos Veterinários do Estado de Goiás. O evento, em comemoração ao Dia do Médico Veterinário, é uma promoção do CRMV-GO e será realizado no Centro de Eventos da UFG, em Goiânia/GO. O encontro inclui uma série de palestras de interesse geral da profissão e nos dias 10 e 11, e um simpósio com apresentações englobando tópicos em Agronegócio, Pequenos animais, Grandes animais, Inspeção e TPOA, Reprodução/Nutrição, Aquicultura e Animais selvagens e Saúde Pública. As inscrições já podem ser realizadas no site www.crmvgo.org.br/encontro.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Papilomatose em cães


Papilomavírus possuem forte tropismo pelo epitélio escamoso ou mucosas e são comuns em cães. Geralmente, as lesões proliferativas afetam a pele, boca, conjuntiva e junções muco-cutâneas desses animais. A doença é altamante contagiosa e pode haver regressão espontânea em alguns casos. Um estudo retrospectivo da enfermidade foi realizado no Sul do Brasil. Confira: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/11-07-2012_11-14Vet%201211_2734%20PA.pdf

domingo, 22 de julho de 2012

Ovinocultura em Goiás


Há alguns meses colocamos um post aqui no Blog do LPV sobre a falta de estímulos, principalmente governamentais, para a ovinocultura em Goiás, particularmente na Região Sudoeste do Estado. Um projeto pioneiro vem sendo desenvolvido por pesquisadores do Instituto Federal Goiano (IFG) de Ceres-GO incentivando essa prática agropecuária naquela região. Confira na reportagem, clicando aqui: http://g1.globo.com/videos/goias/t/jornal-do-campo-go/v/projeto-do-ifg-incentiva-criacao-de-ovelhas-no-estado/2049909/

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Ciência prática


Recentemente foi criado por um físico brasileiro, o prof. Eduardo Yukihara, da Oklahoma State University, o blog "Ciência prática"  que contém numerosas e preciosas sugestões sobre como estruturar artigos científicos, responder a críticas de revisores e como se candidatar a bolsas em universidades norte-americanas. O site também se propõe a disseminar todo tipo de informação que possa ser útil no dia a dia de quem faz ciência. Não deixe de conferir periodicamente os posts do blog: http://cienciapratica.wordpress.com

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Intoxicação por vitamina D em animais domésticos


A principal manifestação clínica e patológica da intoxicação por vitamina D nos animais domésticos é denominada de calcinose, que caracteriza-se por mineralização patológica e disseminada de tecidos moles (principalmente de tendões, ligamentos, artérias, pulmão e endocárdio) e que pode, em alguns casos, conduzir a morte dos animais afetados. Alguns aspectos do metabolismo fisiológico da vitamina D, bem como da fisiopatologia da intoxicação ainda permanecem obscuros. Um trabalho de revisão feito por pesquisadores da UFRRJ, recentemente publicado, aborda esse assunto. Confira clicando aqui: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/11-07-2012_10-10Vet%201188_2624%20LD.pdf

quinta-feira, 5 de julho de 2012

11º Seminário de Desenvolvimento da Pecuária

Será realizado no dia 03 de agosto de 2012, no CTC da COMIGO, em Rio Verde-GO, o 11º Seminário de Desenvolvimento da Pecuária. Os temas das palestras são:
- Controle de plantas daninhas em pastagens
- Produção de silagem de qualidade
- Uso de pastagens em sistemas intensivos de produção de bovinos
- Programa de IATF e aumento de produtividade em bovinos
- Nutrição de precisão
- Integração lavoura pecuária floresta

Mais detalhes, confira em www.comigo.com.br

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Infestações por moscas em bovinos


Superpopulações de moscas hematófagas causam muito prejuízo aos animais domésticos, uma vez que as mesmas podem causar desconforto, veiculam diversos patógenos, além de causar miíases. As mais conhecidas são Musca domestica, Stomoxys calcitrans, Haematobia irritans, Muscina stabulans, M. autumnalis e Ophyra spp. Confira abaixo uma reportagem que mostra um surto de infestação por moscas afetando bovinos e outros animais domésticos no Norte de São Paulo: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/07/sp-desequilibrio-no-meio-ambiente-preocupa-criadores-de-gado.html

domingo, 24 de junho de 2012

Leucose enzoótica bovina


Leucose enzooótica bovina é uma doença neoplásica de linfócitos causada por um retrovírus. É um dos neoplasmas mais comuns em bovinos leiteiros. A transmissão da doença é feita principalmente de forma horizontal com a trasmissão de linfócitos neoplásicos. Leia mais sobre o assunto nesses dois bons artigos:  um artigo de revisão e outro que descreve vários casos da doença no Estado de Pernambuco:
http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/31-07-2011_16-38Vet%201005_2173%20LD.pdf
http://www.scielo.br/pdf/cr/v28n1/a29v28n1.pdf

quarta-feira, 20 de junho de 2012

I Semana Nacional de Combate à leishmaniose

No dia 19 de junho, no auditório da Superintendência de Vigilância Sanitária Estadual, aconteceu uma reunião de sensibilização para a I Semana Nacional de Combate à Leishmaniose, que será de 6 a 10 de agosto. Várias ações estão programadas, entre elas a distribuição de material educativo a profissionais de saúde e estudantes e também a promoção de um seminário sobre leishmaniose, marcado para o dia 8 de agosto, ainda sem local definido. De acordo com Veruska Castilho de Oliveira Neve, médica veterinária epidemiologista responsável pelo programa Estadual de Vigilância das Leishmanioses da Superintendência, este será um momento importante para falar sobre o assunto aos profissionais de saúde e também sensibilizar a população sobre o tema. Veruska Castilho também é presidente da Comissão Estadual de Saúde Pública do CRMV-GO. A reunião contou com a participação de várias autoridades ligadas aos órgãos de saúde estaduais.
Fonte: www.crmvgo.org.br/crmvgo/noticiaVisualizar.php?id=925

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Pitiose


A pitiose é uma enfermidade granulomatosa crônica, principalmente do tecido subcutâneo, causada pelo
oomiceto Pythium insidiosum que acomete equinos e com menor frequência bovinos, cães, ovinos e humanos. A enfermidade é comum em regiões alagadas e pantanosas e destaca-se pela dificuldade de tratamento, representando um risco importante para a vida de animais e humanos afetados. Ocasionalmente, a doença posse disseminar pelo organismo e afetar outros órgãos. O diagnóstico diferencial deve ser realizado com outras dermatopatias de equinos como habronemose, sarcóide e tecido de granulação. Confira mais sobre o assunto aqui:

http://www.scielo.br/pdf/cr/v31n4/a29v31n4.pdf
http://www.scielo.br/pdf/cr/v33n5/17137.pdf

sábado, 9 de junho de 2012

Osteopatia hipertrófica em cães


Osteopatia hipertrófica é uma síndrome caracterizada por neoformação óssea periosteal ao longo da diáfise de certos ossos longos. Ocorre de forma secundária a uma variedade de doenças, mas particularmente como síndrome paraneoplásica e em associação a doenças pulmonares crônicas. A doença ocorre principalmente em cães e humanos. Um estudo retrospectivo foi realizado no Sul do Brasil abordando as características clínico-patológicas de sete casos em cães. Clique aqui: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/23-05-2012_16-48Vet%201159_2592%20PA.pdf

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Mastite bovina


Uma das doenças mais frequentes em bovinos leiteiros em todo o mundo é a mastite. A doença apresenta grande importância econômica nos criatórios e, em alguns casos, pode inviabilizar a produção ou até causar a morte da vaca. Medidas preventivas são fundamentais para evitar os prejuízos associados à mastite. Confira algumas dicas em um reportagem recente sobre focos da doença em Minas Gerais: http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2012/06/incidencia-de-mastite-preocupa-criadores-de-gado-leiteiro-em-mg.html

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Eventos veterinários em 2012

1º Congresso Brasileiro de Geriatria Veterinária em Pequenos Animais - GERIVET
17 a 19 de julho de 2012
Maceió-AL
www.gerivet.com.br

XVII Congresso Brasileiro de Parasitologia Veterinária
03 a 06 de setembro de 2012
São Luis-MA
http://www.cbpvcongresso.com.br/

I Congresso Brasileiro de Cardiologia Veterinária
02 a 04 de novembro de 2012
São Paulo-SP
http://www.congressosbcv.com.br/

VII ENDIVET - Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário
23 a 26 de outubro de 2012
Porto Alegre-RS
www.endivet2012.com.br

domingo, 27 de maio de 2012

Vacinação contra febre aftosa em Goiás

Está chegando ao fim a 1ª etapa da vacinação contra febre aftosa em Goiás. O prazo final é 31 de maio. Todos os bovinos e bubalinos devem ser vacinados e a nota fiscal de compra da vacina deve ser entregue no escritório regional da Agrodefesa no prazo máximo de 5 dias da vacinação. Confira uma reportagem sobre o assunto: http://g1.globo.com/videos/goias/t/jornal-do-campo-go/v/campanhas-de-vacinacao-contra-a-febre-aftosa-ja-esta-chegando-ao-fim-em-goias/1964128/

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Intoxicação por Pterodon emarginatus em bovinos


Recentemente foi observado em Goiás um surto de intoxicação em bovinos por Pterodon emarginatus, popularmente conhecida como sucupira ou sucupira-branca. A intoxicação ocorreu em outubro de 2011, após fortes tempestades e rajadas de vento que culminaram na queda da árvore. Como a disponibilidade de forragem, na época, era insuficiente para o rebanho, os bovinos comeram avidamente as folhas e frutos da planta. A principal lesão observada nessa doença é necrose hepatocelular difusa acentuada. Para ler mais detalhes sobre essa intoxicação e o surto, clique aqui: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/24-05-2012_18-38Vet%201165_2573%20LD.pdf

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Risco da BSE no Brasil

Foi divulgado recentemente em uma reunião da Organização Mundial de Saúde Animal, em Paris, que o Brasil possui risco insignificante de surgimento de casos da encefalopatia espongiforme bovina (BSE), popularmente conhecida como "doença da vida louca". Confira o aunúncio feito pelo diretor do Departamento de Saúde Animal do MAPA: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/brasil-tem-risco-insignificante-para-a-doenca-da-vaca-louca/1961341/

terça-feira, 22 de maio de 2012

Intoxicação por amitraz em equídeos


O amitraz é um acaricida do grupo das formamidinas utilizado no controle de ectoparasitoses em várias espécies de animais domésticos como bovinos, ovinos, cães e suínos. A partir do final da década de 1970, o uso desta droga, através de banhos de aspersão, tem sido associado a episódios de intoxicação em equinos caracterizados por sinais neurológicos (sonolência, depressão, ataxia, fraqueza muscular) e digestivos com manifestação evidente de cólica por impactação progressiva do intestino grosso, que ocorrem dentro de 24 a 48 horas após o procedimento. Confira abaixo um artigo que descreve casos naturais no Estado do Rio de Janeiro e experimentais da intoxicação em equídeos: http://www.scielo.br/pdf/pvb/v23n3/a03v23n3.pdf

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Mormo em equídeos no Nordeste do Brasil


Mormo é uma importante doença respiratória de equídeos causada pela bactéria Burkholderia mallei. A enfermidade tem carácter zoonótico, possui altos índices de morbidade e letalidade e causa sérias lesões granulomatosas ou piogranulomatosas, principalmente na cavidade nasal, pulmões, pele e tecidos adjacentes, com comprometimento de linfonodos regionais. A doença é de notificação obrigatória. Nas últimas décadas, surtos da doença têm sido notificados no Nordeste do Brasil e, recentemente, foram confirmados casos no Norte de Minas Gerais. Confira abaixo um artigo que descreve casos da doença em Pernambuco e Alagoas e uma reportagem falando do surto em Minas Gerais.
Artigo: http://www.scielo.br/pdf/pvb/v20n4/3805.pdf
Vìdeo: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/foco-de-mormo-interdita-propriedades-do-norte-de-minas-gerais/1950982/

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Tuberculose bovina


A tuberculose é uma importante doença zoonótica causada por bactérias do gênero Mycobacterium. A enfermidade afeta várias espécies domésticas e é mais comum nos bovinos, representando uma causa comum de condenação de carcaças bovinas em frigoríficos. Surtos recentes da doença foram confirmados em Santa Catarina e os animais tiveram que ser sacrificados. Confira uma reportagem sobre o assunto: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/t/edicoes/v/criadores-de-gado-sacrificam-parte-do-rebanho-por-causa-da-tuberculose-em-santa-catarina/1940655/

terça-feira, 8 de maio de 2012

Novos casos de gripe equina

No fim de abril fizemos um post sobre gripe equina, em função de recentes surtos diagnosticados no Nordeste do Brasil. Outra reportagem atual mostra que a doença tem sido observada em outra regiões do país, como no Estado de São Paulo. A Defesa Agropecuária desse estado interditou um hospital veterinário onde um surto com 11 equinos afetados foi notificado. Para ver o vídeo, clique aqui: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/parte-de-hospital-veterinario-e-interditado-por-surto-de-gripe-equina-em-jaboticabal-sp/1937306/

sábado, 5 de maio de 2012

Intoxicação experimental aguda por Pteridium aquilinum em bovinos


Pteridium aquilinum,  popularmente conhecida como samambaia ou samambaia do campo, é uma importante planta tóxica para bovinos no Brasil.  Em agosto de 2011, postamos aqui no site um artigo que descrevia as características clínicas, hematológicas e patológicas de vários surtos da doença observados no Rio Grande do Sul. Um outro estudo, agora experimental, foi realizado pela mesma equipe de pesquisadores com esse tema para esclarecer alguns pontos da patogenia dessa intoxicação. Confira: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/23-10-2009_01-17Vet707.pdf

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Gripe equina


A gripe equina é causada pelo vírus influenza. A doença debilita os animais afetados e doenças bacterianas secundárias são comunente observadas. Surtos recentes da doença têm sido verificados em várias regiões do Brasil. Confira uma reportagem feita no Nordeste sobre o assunto: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/criadores-do-nordeste-estao-preocupados-com-os-cavalos-contaminados-com-a-gripe-equina/1920397/

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Surto de encefalopatia espongiforme bovina nos EUA


Recentemente foi diagnosticado, nos Estados Unidos da América, um surto de encefalopatia espongiforme bovina (BSE) em uma vaca. Essa é uma importante doença neurológica de ruminantes que apresenta grande importância econômica. Confira uma reportagem que trata do assunto aqui: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/estados-unidos-registra-foco-da-doenca-da-vaca-louca/1920350/

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Helmintoses zoonóticas causadas pelo consumo de peixes


Dentre as principais zoonoses parasitárias de origem alimentar, as helmintoses transmitidas pelo consumo de pescado destacam-se devido ao aumento de sua incidência em várias regiões do mundo nos últimos anos. O hábito de ingerir peixe cru, na forma de “sushis” e “sashimis”, por exemplo, foi introduzido pelos primeiros imigrantes japoneses no início do século XX, com grande aceitação na culinária brasileira. Entretanto, o risco do indivíduo humano contrair alguma helmintose pelo consumo de peixe não cozido é muito alto. Um trabalho de revisão aborda as principais zoonoses associadas a esse consumo, além de medidas importantes de controle e prevenção. Clique aqui: http://www.fmvz.unesp.br/rvz/index.php/rvz/article/view/201/167

sábado, 21 de abril de 2012

Melanoma amelanótico em cães


Melanomas são neoplasmas malignos e agressivos de melanócitos que ocorrem principalmente na cavidade oral, nas junções mucocutâneas e na pele de cães. Em muitos casos, os melanócitos neoplásicos possuem melanina citoplasmática, o que confere cor negra as células. Porém, em alguns casos, não há produção desse pigmento pelos melanócitos neoplásicos e, nesses casos, a denominação  melanoma amelanótico é empregada. Devido a essa característica, os melanomas amelanóticos podem ser confundidos histologicamente com outros neoplasmas, como linfomas, carcinomas pouco diferenciados, tumores neuroendócrinos, entre outros. Uma alternativa útil para a confirmação do diagnóstico nesses casos é a imuno-histoquímica. Um estudo retrospectivo realizado no Sul do Brasil aborda esse assunto. Clique aqui: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/17-04-2012_19-13Vet%201162_2301%20PA.pdf

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Intoxicação por sal em suínos


A intoxicação por sal ocorre frequentemente em suínos e, com pouca frequência, em bovinos, equinos e cães.  O problema ocorre de forma direta (ingestão de grande quantidade de sódio) ou indireta (sódio normal na alimentação com privação de água). Em muitos casos, problemas de manejo, como o fornecimento de soro de queijo muito salgado, são fatores importantes no aparecimento de surtos. Confira um trabalho recente que descreve surtos dessa doença neurológica em Santa Catarina: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/17-04-2012_19-05Vet%201035_2572%20LD.pdf

terça-feira, 17 de abril de 2012

Vacinação contra febre aftosa e raiva em Goiás

A vacinação obrigatória de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa e, simultaneamente, a imunização contra raiva de bovinos, bubalinos, equídeos, caprinos e ovinos criados nas regiões de alto risco para a doença, será realizada de 1º a 31 de maio, em Goiás. A venda de vacinas pelas casas agropecuárias cadastradas na Agrodefesa só pode ter início a partir de 27 de abril e até 31 de maio em todo o Estado. O produtor deve pegar a nota fiscal da vacina e entregar, pessoalmente, junto com a declaração de vacinação na Agrodefesa. Durante o período da campanha fica proibido o trânsito de bovinos e bubalinos, cuja propriedade de origem ainda não esteja com o rebanho vacinado na etapa do mês de maio. Os leilões também ficam proibidos, mas no período de 1º a 8 de maio.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Encontro dos Médicos Veterinários do Estado de Goiás

Será realizado entre os dias 9 e 11 de setembro do corrente ano o Encontro dos Médicos Veterinários do Estado de Goiás. O evento ocorrerá no Centro de Eventos da Universidade Federal de Goiás (UFG) em Goiânia/GO, como parte das comemorações alusivas ao Dia do Médico Veterinário. O lançamento deste evento será dia 17 de abril, às 8 horas, durante café da manhã no CRMV-GO. O tema central do encontro será “O médico veterinário frente às inovações tecnológicas”. A programação científica está em fase de conclusão. Mais informações podem ser obtidas em www.crmvgo.org.br

Fonte: www.crmvgo.org.br

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Intoxicação por Brachiaria spp. em ovinos


Já fizemos um post, há alguns meses, comentando da intoxicação por Brachiaria spp. em ruminantes no Brasil. Ontem, foi divulgada uma reportagem onde um médico veterinário, respondendo a uma dúvida de um produtor, informou que a intoxicação por essa planta se deve a ação agressiva de um fungo ao fígado dos animais intoxicados. Na verdade, desde a década de 90 do século passado, sabe-se que, embora em alguns surtos, esporos do fungo Pithomyces chartarum estejam presentes em Brachiaria spp. em decomposição, as principais responsáveis (ou as únicas) pelas lesões hepáticas e consequente fotossenbilização são saponinas litogênicas presentes na gramínea que causam colangite grave com cristais birrefringentes no interior dos dcutos biliares. Confira a reportagem com a informação incompleta abaixo e dois artigos que mostram a importância das saponinas na patogenia das lesões em ovinos:
http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/veterinario-explica-como-usar-pasto-de-braquiaria-decumbens-para-ovelhas/1882899/
http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/27-02-2007_19-23Vet355.pdf
http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/02-10-2010_17-42Vet%20805_1908%20LD.pdf

terça-feira, 27 de março de 2012

Controle da raiva em Goiás

Famílias que vivem em assentamentos rurais no município goiano de Flores de Goiás estão sendo orientadas sobre os perigos e os prejuízos causadas pelos morcegos hematófagos (Desmodus rotundus). Até sexta-feira, uma força tarefa para captura e controle populacional da espécie na região será realizada por fiscais  agropecuárias da Agrodefesa. A grande quantidade de animais espoliados no município e adjacências requer atenção porque Flores de Goiás integra a lista de alto risco para raiva. Investigações epidemiológicas têm sido realizadas com vistorias em galpões de silos abandonados e nas propriedades circunvizinhas. Outros locais que podem concentrar populações de morcegos também serão alvo de vistorias até o final desta semana. Além da distribuição de material de educação sanitária nos assentamentos, escolas e propriedades rurais, que facilita a assimilação das orientações e procedimentos corretos nestes casos, serão promovidas palestra com os assentados e outros públicos e entrevistas em rádios locais. A atuação das equipes da Agrodefesa no controle aos morcegos em Goiás vai ganhar um reforço importante, pois a Agrodefesaa adquiriu novos esquipamentos para uso no campo (hastes, redes, mochilas, lanternas de cabeça, facas, equipamentos de proteção individual, etc). Mais informações podem ser obtidas em www.agrodefesa.go.gov.br
Fonte: http://www.agrodefesa.go.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=302:fiscais-atuam-no-controle-a-morcegos-em-flores-de-go&catid=3:newsflash

sábado, 24 de março de 2012

Urolitíase em cães


Urolitíase é caracterizada pela presença de urólitos ao longo do trato urinário. Urólitos podem ser formados em qualquer local do sistema urinário, desde a pelve renal até a uretra. A condição é observada comumente em cães e numerosos fatores podem predispor a mesma. Outro fator importante é que outras alterações urinárias importantes podem ocorrer secundárias à urolitíase, inclusive conduzindo à morte. Um estudo retrospectivo sobre o assunto foi realizado no Sul do Brasil. Clique aqui: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/20-03-2012_17-07Vet%201160_2590%20PA.pdf

quarta-feira, 21 de março de 2012

Livro "Plantas tóxicas so Brasil" - 2ª edição


Foi lançado, recentemente, a 2ª edição do livro "Plantas tóxicas so Brasil para animais de produção". O livro traz a experiência de mais de 60 anos de pesquisa dos autores, reúne todas as informações publicadas em revistas científicas sobre o tema e tem como finalidade principal fornecer subsídios para que os clínicos e patologistas veterinários possam diagnosticar as intoxicações por plantas em animais de produção. O livro é ricamente ilustrado e possui 566 páginas, 790 fotografias, 68 desenhos em cores e 67 mapas. A obra é editada pelos profs. Carlos Tokarnia, Marilene Brito, José Barbosa, Paulo Peixoto e Jürgen Döbereiner. Mais informações e pedidos podem ser feitos pelo (21) 2682-1081 ou pelos e-mails tokarnia@ufrrj.br, mfariasbrito@uol.com.br, marilene@ufrrj.br ou jurgen.dobereiner@terra.com.br.

domingo, 18 de março de 2012

Doenças causadas por plantas hepatotóxicas no Brasil


Intoxicações por plantas representam importantes causas de mortes em ruminantes e equinos. No Brasil ocorrem pelo menos 35 espécies de plantas hepatotóxicas distribuídas em 16 gêneros e podem ser divididas em três grupos: plantas que causam necrose hepática aguda; plantas que causam fibrose hepática e plantas que causam fotossensibilização. Algumas delas têm princípio ativo conhecido, enquanto outras não se conhecem as substâncias responsáveis pelo quadro clínicopatológico. Leia mais sobre o assunto nesse artigo de revisão: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/14-02-2008_12-05Vet%20453.pdf

sábado, 17 de março de 2012

Doenças do sistema nervoso central de equídeos no semi-árido brasileiro


As doenças do sistema nervoso central são importantes causas de morte em equídeos no Brasil. O estudo destas e de outras enfermidades nas diferentes regiões do país é necessária para estabelecer formas eficientes de controle e profilaxia. Um trabalho realizado no Nordeste do Brasil caracterizou os aspectos epidemiológicos, clínicos e patológicos dessas doenças. Clique aqui para ler: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/11-08-2009_23-55Vet628.pdf. Se você presenciar casos neurológicos em equídeos (ou qualquer outra espécie) na sua região, não deixe de coletar material e enviar para diagnóstico no LPV.

domingo, 11 de março de 2012

Milho fornecido no final da gestação de cabras pode matar ?


Essa pergunta foi feita por um produtor nordestino que cria cabras. A resposta você confere nessa reportagem: http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-rural/v/veterinario-explica-cuidados-com-alimentacao-da-cabra-no-periodo-de-gestacao/1850347/
Um ponto importante que deve ser levado em consideração na alimentação de cabras e ovelhas no final da gestação, principalmente em partos gemelares, é que a restrição de alimentos, em especial daqueles ricos em energia, pode predispor a toxemia da prenhez, que é uma importante causa de morte desses animais nessa fase importante da criação.

sábado, 10 de março de 2012

Toxoplasmose

O Departamento de Medicina Veterinária Preventiva da Universidade Estadual de Londrina (UEL) produziu um vídeo bem educativo e informativo sobre a toxoplasmose, que é uma protozoose que pode afetar o homem. Confira abaixo:

sexta-feira, 9 de março de 2012

Intoxicação por Prosopis juliflora em bovinos


Prosopis juliflora, popularmente conhecida como algaroba, é uma planta tóxica para ruminantes presente no Nordeste do Brasil. A planta é muito importante para ruminantes dessa região visto que a mesma é rica do ponto de vista nutricional, principalmente em carboidratos, e a frutificação de suas vagens coincide com a estação seca do semi-árido. Surtos de intoxicação têm sido observados, desde a década de 90, em bovinos que consomem acima de 30% de sua dieta com vagens de algaroba, especialmente nos Estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Bahia. A doença é chamada popularmente de "cara torta" e caracteriza-se por vários sinais clínicos neurológicos associados a déficits de nervos cranianos. Confira um trabalho que descreve surtos da doença em Pernambuco: http://www.pvb.com.br/pdf_artigos/01-04-2009_00-39Vet%20576.pdf